Quarta, 18 Julho 2018 10:35

Buriti perde 'queda de braço' com sindicato

Escrito por
Dênio Simões/Agência Brasília Dênio Simões/Agência Brasília

Em mais uma medida que contrariou bastante os servidores, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal dessa vez tentou remover os trabalhadores do Instituto hospital de Base (IHBDF), mas, mais uma vez, sofreu uma derrota. Parou na muro chamado SindSaúde, liderado pela sindicalista Marli Rodrigues.

Depois de anunciar a remoção dos servidores para outras localidades, a direção do IHBDF se reuniu com o sindicato. Foram três rodadas de negociações. Cabe lembrar que os trabalhadores tinham optado ficar no IHBDF quando o governo abriu o período de escolha para sair ou não de lá.

E depois da pressão do sindicato, com alguns parlamentares, ontem o IHBDF publicou um documento (veja abaixo) praticamente reconvocando 29 servidores, frisando uma “necessidade de pessoal”.

Antes do SindSaúde, outras entidades tentaram impedir a remoção, mas se sucesso. A Secretaria de Saúde e Rodrigo Rollemberg tentaram, mas deram de cara com a Marli Rodrigues. De novo.